domingo, 8 de novembro de 2009

TIRANDO DÚVIDAS


MARIA E AS ALMAS DO PURGATÓRIO:
O que é o Purgatório?
A santa Igreja de Deus, considerada em sua totalidade, compõe-se de três partes. A Igreja militante, a Igreja triunfante e a Igreja sofredora, padecente, ou o Purgatório. Esta Igreja tríplice constitui o corpo místico de Jesus Cristo, e as almas do Purgatório não deixam de ser seus membros, assim como o são, os fiéis na Terra, e os eleitos, no Céu.

A Igreja, no Evangelho, é chamada comumente de "O Reino dos Céus"; ora, o Purgatório, assim como o Céu e a Igreja terrestre, são províncias deste vasto Reino. As três Igrejas irmãs possuem relações incessantes entre si, comunicação contínua, a chamada "Comunhão dos Santos". Esse relacionamento tem o sólido propósito de conduzir as almas à glória; termo final, para onde se destinam todos os eleitos.

A palavra "Purgatório" designa tanto um lugar como um estado intermediário entre o Inferno e o Céu. É, propriamente, a situação das almas que, no momento de sua morte, se encontram em estado de graça, mas não expiaram completamente suas faltas nem atingiram o grau de pureza necessário para usufruir da visão de Deus. O Purgatório é, pois, um estado passageiro que, ao término, irá liberar a alma, recebendo-a para a vida bem-aventurada.

Em relação a este tema, a Igreja propõe duas verdades claramente definidas como dogmas de fé: a primeira, a existência do Purgatório; a segunda, que as almas que estão no Purgatório podem ser socorridas pelos sufrágios dos fiéis, principalmente pelo Santo Sacrifício da Missa.

Fonte: Padre François-Xavier Schouppr, d. C. d. G

Nenhum comentário: