quinta-feira, 25 de março de 2010

Descobrir o Amor

Papa a jovens: descobrir vocação ao amor
O chamado ao sacerdócio ou ao matrimônio, segundo Bento XVI

O Papa convidou os jovens a descobrirem sua própria vocação, que é sempre "ao amor", ainda que se expresse de forma concreta em estados de vida diferentes.
Em sua mensagem aos participantes do 10º Fórum Internacional dos Jovens, que está sendo realizado na localidade italiana de Rocca di Papa, sobre o tema "Aprender a amar", o Papa afirma que o amor "é central na fé e na vida cristã".
Na mensagem, divulgada hoje, o Pontífice afirma que, "pelo fato de que Deus é amor e o homem é à sua imagem e semelhança, compreendemos a identidade profunda da pessoa, sua vocação ao amor".
"O homem foi feito para amar; sua vida se realiza plenamente só quando vive no amor", sublinhou.
Neste sentido, instou os jovens a "descobrirem sua vocação ao amor, como pessoas e como batizados. Esta é a chave de toda a existência".
Esta vocação "assume diferentes formas, segundo os estados de vida". Uma delas é o sacerdócio: "Chamados por Deus para entregar-se inteiramente a Ele, com coração íntegro, as pessoas consagradas no celibato são um sinal eloquente do amor de Deus para o mundo e da vocação a amar a Deus acima de tudo".
Outra é o matrimônio, do qual o Papa convidou a "descobrir sua grandeza e beleza". "A relação entre o homem e a mulher reflete o amor divino de maneira completamente especial; por isso, o vínculo conjugal assume uma dignidade imensa".
"Em um contexto cultural em que muitas pessoas consideram o casamento como um contrato temporal que pode ser rompido, é de vital importância compreender que o verdadeiro amor é fiel, dom de si definitivo", sublinhou.
Esta fidelidade não é impossível, pois "Cristo consagra o amor dos esposos cristãos e se compromete com eles"; assim, a fidelidade "é o caminho para entrar em uma caridade cada vez maior. Dessa forma, na vida cotidiana de casal e de família, os esposos aprendem a amar como Cristo ama".
Bento XVI concluiu sua mensagem marcando um encontro com os jovens, na Praça de São Pedro, onde se levará a cabo a solene celebração do Domingo de Ramos e da 25ª Jornada Mundial da Juventude.
"Este ano, o tema de reflexão é 'Bom Mestre, que devo fazer para alcançar a vida eterna?'. A esta pergunta, apresentada por um jovem rico, Jesus responde com um olhar de amor e um convite à entrega total de si, por amor a Deus. Que este encontro possa contribuir para a resposta generosa de cada um ao chamado e aos dons do Senhor!", acrescentou.

Esta notícia é da Agência ZENIT.

Nenhum comentário: