terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Eu coloco a minha mão na vossa

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Quem sou eu, Senhor, para ousar falar do sacramento do vosso amor? 

Tantas vezes já tentei, tantas vezes, fascinado pela luz de vossas maravilhas, permaneci mudo, sem nada conseguir expressar. Por ventura, hoje estarei mais forte? Será que irei me calar por muito ter a dizer? Ouso esperar que vós sereis a chama das minhas expressões, a inteligência do meu espírito, o amor do meu coração, o apoio da minha fraqueza, e que, então, eu serei capaz de cumprir fielmente os vossos desígnios.


Ó Maria! Trono da sabedoria, em vossos braços, e à sombra da vossa proteção, fixarei o Sol da Justiça; Mãe, eu coloco a minha mão entre as vossas; conduzi-me ao grado, à disposição do Espírito da Verdade.


        Maria de Nazaré

Nenhum comentário: